Circuito Netas
  • Home
  • Desenvolvimento de Liderança

Acelere o desenvolvimento de líderes com dinâmicas em grupo.

Atrair e reter talentos, inclusive líderes, completamente alinhados com a cultura e as necessidades da organização é o sonho de muitos gestores de RH e administradores de empresas, mas não é uma tarefa tão fácil assim.

É muito difícil encontrar colaboradores que já chegam 100% preparados para as suas funções e para a dinâmica de funcionamento da empresa. E é por isso que os treinamentos e capacitações são tão importantes.

Por mais que um funcionário tenha as competências e habilidades requeridas para o desempenho de seu trabalho, ele precisa saber como aplicá-las ao negócio em questão, além de estar em sinergia com seus colegas.

Isso é algo que também acontece com os líderes de uma empresa. Muitas vezes os colaboradores demonstram um excelente trabalho operacional e, com isso, conquistam um posto de liderança. Porém, lidar com pessoas não é tão simples assim e por não ter uma experiência prévia de liderança, sua gestão acaba sendo prejudicada.

Sendo assim, capacitar seus líderes é fundamental para que eles tenham uma base sólida para exercer suas funções com eficiência, mantendo a motivação de seus times e cuidando dos resultados da empresa.

As dinâmicas de grupo são excelentes exercícios para essa fase de capacitação e podem acelerar bastante o desenvolvimento de líderes. Veja abaixo algumas das vantagens que as dinâmicas de grupo podem proporcionar à equipe de liderança de sua companhia!

Ensina de forma prática

Todos nós já ouvimos a expressão que diz que só aprendemos de verdade uma coisa quando a fazemos, não é mesmo? Por meio das dinâmicas de grupo os seus líderes que ainda não possuem tanta experiência gerindo um time, podem experimentar cases que irão ensiná-los na prática como solucionar diversas situações.

É claro que nada substitui o aprendizado adquirido no exercício da função, mas as dinâmicas de grupo podem dar a seus líderes mais autoconfiança e empoderamento, além de evitar pequenos erros que podem ter sido revisado em uma boa dinâmica.

Une e integra mais a equipe

Existem uma infinidade de dinâmicas de grupo e cada uma delas com um objetivo diferente. Dentre as possibilidades, muitas delas têm o intuito de unir e integrar a equipe de líderes, o que potencializa o desenvolvimento da liderança como um todo, já que aumenta a colaboração e empatia entre os líderes da empresa.

Uma dica interessante é avaliar a atual situação de seus líderes, como anda a sua integração, se eles são cooperativos, se compartilham seus resultados e se caminham para o mesmo lado. Assim, fica mais fácil escolher e planejar as dinâmicas de grupo ideais para solucionar os impasses e problemas de comunicação de sua equipe.

Desenvolve competências e habilidades

Mesmo que os colaboradores escolhidos para ocupar as posições de liderança em sua empresa tenham diversas competências e habilidades, existem algumas em especial que são essenciais para o exercício da liderança.

A empatia, inteligência emocional e resolução de conflitos, por exemplo, são habilidades indispensáveis para quem precisa gerir um time e nem todos os líderes têm todos esses pontos desenvolvidos.

Deste modo, as dinâmicas de grupo podem trabalhar bastante o autoconhecimento e propor reflexões que resultam no desenvolvimento e/ou aperfeiçoamento destes quesitos.

Promove o conhecimento dos líderes sobre a empresa

Dentro de uma dinâmica de grupo ainda é possível acrescentar elementos e informações que apresentam o cenário atual e a cultura organizacional da empresa, além de reforçar suas normas de conduta, por exemplo.

Estimular o conhecimento de seus líderes sobre a companhia também acelera o seu desenvolvimento, pois assim eles se sentem mais bem informados e seguros ao transmitir as informações a seus liderados.

Aumenta a motivação

Os líderes também precisam de motivação, afinal, eles serão responsáveis por garantir a motivação de seus times também e para isso precisam estar satisfeitos com seu trabalho e de acordo com os objetivos da empresa.

Neste ponto, as dinâmicas de grupo também são de grande ajuda, já que mostram a preocupação da companhia com o desenvolvimento de seus líderes e com a excelência de seu trabalho.

A Circuito Netas também trabalha com treinamentos vivenciais com foco no desenvolvimento de líderes, criando capacitações com dinâmicas de grupo específicas para atender as necessidades de sua empresa e de seus colaboradores. Entre em contato conosco e saiba mais!

Passo a Passo – Como utilizar dinâmicas no treinamento de líderes

 

Grandes líderes não nascem da noite para o dia, são raros os casos em que isso acontece. A grande maioria dos líderes que podemos encontrar nas empresas, passaram e ainda passam por diversas experiências que os ajudaram a desenvolver habilidades e competências importantes para lidar com sua equipe de maneira assertiva.

Saber unir os objetivos e necessidades da empresa com os objetivos e necessidades dos membros de seu time é uma das principais funções de um líder, e os treinamentos são importantes para que eles desenvolvam essa e outras habilidades.

Utilizar dinâmicas de grupo no treinamento de líderes é uma excelente ferramenta para promover a união de sua equipe de líderes e ajudá-los a caminharem juntos e sinergicamente rumo aos objetivos e metas da organização.

Se você deseja potencializar os resultados dos líderes de sua companhia, veja abaixo o passo a passo de como implementar dinâmicas no treinamento de seus líderes!

Conheça os seus líderes

O primeiro passo para utilizar as dinâmicas no treinamento de líderes de forma eficiente, é conhecendo cada um de seus líderes e o perfil deles. Tem empresas que contam com lideranças muito mais objetivas e, nesses casos, uma dinâmica muito lúdica pode não surtir o efeito esperado.

Ao mesmo tempo existem líderes que valorizam mais a parte inspiracional. Então, as mesmas dinâmicas que servem para uns, não servem tanto assim para outros e conhecer o perfil do seu time de líderes torna-se essencial para acertar no tom da dinâmica.

Identifique as falhas

O principal objetivo de um treinamento é ensinar novas habilidades ou melhorar as que não estão indo tão bem assim, e para saber no que focar, é preciso fazer um diagnóstico da situação atual de suas lideranças.

Para isso, converse com todos os colaboradores, faça pesquisas de satisfação, analise as reclamações dos clientes, as falhas no processo e os problemas de cada equipe.

Converse também com os próprios líderes, para saber o que eles pensam uns dos outros e como anda o relacionamento, integração e cooperação entre eles. Todas essas informações serão importantes para que você siga o próximo passo, de planejamento do treinamento e das dinâmicas.

Faça um planejamento

Agora que você já sabe quais são os pontos de melhoria dos líderes de sua organização, escolha os principais para focar na realização das dinâmicas de liderança.

Isso, porque é fundamental ter um objetivo sobre o que realmente o treinamento aplicado deseja promover melhorias, para que assim, o resultado do treinamento e da dinâmica possam ser mensurados depois.

Então, planeje os objetivos do treinamento e tenha-os alinhados com os objetivos da empresa. Além disso, planeje também como os resultados serão mensurados e em quanto tempo.

Escolha a dinâmica

A dinâmica deve ser escolhida com base no que sua equipe de líderes mais necessita no momento. Se eles precisam ser mais unidos, entender a importância do trabalho em equipe, respeitar os fluxos de trabalho, ter mais empatia com os membros de suas equipes etc.

Existem inúmeras ideias de dinâmicas extremamente interessantes e relevantes para cada uma das necessidades que uma companhia pode ter. Pesquise bastante e, de preferência, contrate profissionais especializados e colha os frutos desta ação.

Leve a dinâmica para a realidade

Um erro muito comum é quando o profissional que aplica a dinâmica de líderes desenha um cenário completamente diferente da realidade da que é vivida pelos trabalhadores que estão recebendo o treinamento.

Quando isso acontece, por mais que a dinâmica tenha um conteúdo fantástico, os profissionais podem não assimilar o aprendizado tão bem quanto seria se a dinâmica tivesse tratado de temas e situações recorrentes de seu dia a dia.

Deste modo, sempre adapte os cenários e situações da dinâmica de líderes do seu treinamento para a realidade de seus colaboradores, assim, eles irão se identificar durante todo o exercício, além de poderem propor novas ideias e soluções para problemas frequentes.

Escolher a dinâmica certa para o seu treinamento de líderes pode fazer toda a diferença na satisfação de seus funcionários e nos resultados de sua empresa. Invista nesta estratégia!

O treinamento vivencial aplicado pela Circuito Netas também conta com diversas dinâmicas de liderança para desenvolver as habilidades de seus líderes, alinhado com os objetivos da sua organização. Entre em contato conosco e tire suas dúvidas!

Comportamentos, Habilidades e Atitudes Essenciais para o Sucesso dos Líderes

 

Uma das competências mais buscada pelas empresas hoje em dia é a liderança, que muitas vezes já é inerente ao profissional, mas que também pode ser desenvolvida ao longo da carreira.

Por meio de muita leitura, treinamentos, cursos e, é claro, prática, todo profissional pode desenvolver sua liderança e assim, atuar no desenvolvimento de uma equipe.

Entretanto, para ser um líder de sucesso, alguns comportamentos, habilidades e atitudes são essenciais e extremamente valorizadas no mercado de trabalho. Confira abaixo as principais!

1- Valorizar o trabalho de cada colaborador

Valorizar o trabalho de um colaborador vai muito além de elogiar uma tarefa bem feita ou exaltá-lo em público por isso.

Um líder de sucesso sabe quais são as competências, habilidades, fraquezas, necessidades e objetivos individuais de seus colaboradores e faz com que eles trabalhem isso e se desenvolvam cada vez mais.

É claro que o reconhecimento também é fundamental, mas somente isso não é o suficiente para que o funcionário se sinta valorizado e motivado.

O líder também deve sempre estimular um ambiente criativo, permitindo que sua equipe exponha suas opiniões e tenham ideias inovadoras. Para isso, é muito importante investir em treinamentos, cursos, palestras e debates, que vão abrir os horizontes de seus colaboradores e deixá-los mais preparados para traçar e executar estratégias de sucesso.

2- Dar feedbacks com frequência

Sem feedbacks e orientações, fica muito difícil para o colaborador saber onde está errando. Por isso, um bom líder deve sempre estar atento aos erros e acertos de seus funcionários e dizê-los por meio de feedbacks sinceros.

Lembre-se que um feedback não é somente para apontar erros, mas sim comentar os pontos positivos positivos e os pontos de melhoria do trabalho do colaborador e orientá-lo para a solução. Isso desenvolve o autoconhecimento tanto no líder, quanto no liderado e ambas as partes só têm a ganhar.

3- Ter empatia

Se colocar no lugar do outro é uma prática importante para todas as relações, e no ambiente profissional não é diferente. Todos nós temos uma trajetória pessoal e profissional distinta, o que muitas vezes dificulta o nosso entendimento de outro ponto de vista.

Não é sempre que o líder já ocupou os mesmos cargos que seus liderados, antes de chegar à sua posição atual, por exemplo. Isso pode atrapalhar o entendimento das dificuldades específicas de uma função, e nesse momento a empatia é essencial.

Se colocar no lugar de quem está desempenhando outro papel, e buscar alternativas para auxiliá-lo, é um grande diferencial no mercado.

4- Saber delegar tarefas

Grandes líderes devem saber delegar tarefas e não centralizar as informações. Os colaboradores devem estar cientes de tudo que acontece na empresa para que possam tomar as decisões corretas, levando todos os cenários em consideração.

O líder deve saber delegar as tarefas por igual entre os colaboradores, pois se eles fazem parte da equipe, estão capacitados para desempenhar a função. Além do mais, o desenvolvimento e aprendizado vem com a prática, e os desafios estão aí para isso.

É claro que o líder deve sempre acompanhar o andamento das tarefas delegadas e se colocar à disposição para ajudar no que for necessário, mas ele não deve tomá-las para si, como se fosse a única pessoa na empresa capaz de executá-las.

5- Ser humilde e assumir seus erros

Ninguém é perfeito, mas saber reconhecer os próprios erros é sinônimo de caráter. Se você não conseguiu atender as expectativas de alguém, cometeu um erro em algum projeto ou em qualquer outra situação, assuma-o.

Assuma seus erros, mas não perca tempo. Quando se trabalha com pessoas e estratégias, nem sempre as coisas saem como o planejado, e nesse momento, encontrar a solução ideal para corrigir a falha deve ser a prioridade.

6- Transmitir confiança e liderar pelo exemplo

Um bom líder deve ter entusiasmo pelo que faz e acreditar no propósito e nos objetivos da empresa. Ser ético, imparcial e estar sempre disponível para os seus colaboradores são atitudes que transmitem confiança e essa é a melhor forma de garantir que eles tenham a mesma postura.

Vista a camisa da sua empresa, não tenha medo de colocar a mão na massa quando for preciso e leve seu time com você!

Se você está em busca do desenvolvimento de liderança, a Circuito Netas trabalha com a realização de treinamentos vivenciais que aprimoram essas e outras características importantes para ser um líder de alta performance. Entre em contato conosco e saiba mais!

Confraternização de Final de ano: metas batidas. Como valorizar os colaboradores?

A sua equipe deu duro o ano todo e bateu todas as metas, mas agora você não sabe como valorizá-los? Descubra como fazer uma confraternização de final de ano recompensadora.

A confraternização de final de ano é uma data esperada por muitos colaboradores, pois é um momento de descontração, lugar de se divertir, conhecer pessoas de outros departamentos, e principalmente, o momento de saber se as metas e objetivos foram alcançados, motivar os colaboradores e fechar o ano com chave de ouro.

Confraternização: Por que utilizar o treinamento?

Dentro do mundo corporativo as festas de final de ano são momentos icônicos e sempre muito esperados. Em muitas empresas tornam-se um grande evento, é o momento onde os colaboradores têm a oportunidade de relaxar um pouco, rever amigos e colocar o papo em dia, sem a pressão do dia a dia.

Esse grande encontro, normalmente, envolve várias áreas da empresa para além do Recursos Humanos. O Marketing ajuda com detalhes que encantam, convites, banners, camisetas e etc. e, a boa comunicação está garantida. Compras resolve toda parte burocrática como cotar fornecedores, encomendar comidas e bebidas, cuidar de toda logística e garantir que tudo chegará no prazo. O pessoal do financeiro não fica de fora, batalha o budget da festa, libera verba antecipada para alguns detalhes, paga tudo no dia certo e ainda encontra um jeito para os presentes finais.

Ou seja, a festa de final de ano é um grande trabalho em equipe, não importa o que será feito existirá um cliente a ser atendido, normas a serem seguidas e uma regra clara, não passe dos limites pois segunda-feira nos veremos novamente ;).